sábado, 1 de maio de 2010

ESPECIAL II CONGRESSO MARIANO, CANÇÃO NOVA

ROSÁRIO, UM TESOURO DA FÉ

Recebemos de Jesus o presente de termos a Virgem Maria como Mãe. Maria é dom da cruz. Quantos dons nós recebemos na cruz? A salvação, a Igreja e também, na morte redentora, recebemos Maria como Mãe. Louvemos a Deus por esse presente que Ele nos deu. Maria expressa o amor do Todo-poderoso por nós. Nossa devoção ao rosário não é por acaso, pois nos leva ao caminho de Jesus e é obra e fruto do Espírito Santo. É o Espírito Santo revelando o caminho que nos ajuda chegar à santidade. O rosário é um dos caminhos para a santidade.
No século XII se difundiu o rosário e os analfabetos, para imitar os monges que rezavam os 150 salmos, começaram a rezar as 150 Ave-Marias recordando a Palavra de Deus. Aos poucos essa devoção foi evoluindo e foi incluído o Pai-nosso e, assim, foi-se formando o rosário. No século XV incluíram-se as meditações, e depois João Paulo II acrescentou mais uma [meditação].
Olhando para o rosário encontramos o caminho de união que toda a Igreja se coloca diante de Deus. Quando o rezamos bem penetramos no amor de Cristo e Maria. Meditar os mistérios dessa oração faz com que penetremos nos sentimentos de Jesus e deixamos que Ele penetre os nossos.Como rezá-lo bem? Vamos meditar a partir do que nos ensina o Papa João Paulo II. Apesar de sua simplicidade, essa é uma oração profunda e produz frutos de santidade, por isso tem grande significado. E por que essa oração produz santidade? Porque tem toda a mensagem do Evangelho. O saudoso Pontífice diz que o rosário é o compêndio do Evangelho. Meditá-lo é meditar os principais episódios da vida de Jesus Cristo. Recitá-lo é contemplar, com Maria, o rosto de Cristo. A devoção a Virgem Maria deve fazer com que nos assemelhemos a ela, que sejamos iguais a ela para que conservemos em nosso coração aquilo que Cristo nos fala no Evangelho.Mesmo diante da dor ao ver o Filho na cruz, a Santíssima Virgem permaneceu em pé porque sabia que Deus não O abandonaria. Maria nos ensina a recordar as palavras de Jesus, que vão ponderar a nossa vida a fim de que vivamos nossa vocação à santidade.
O que faz o cristão ser diferente é a esperança. A nós também é concedida essa esperança de Nossa Senhora, mas precisamos viver a graça da fé da contemplação que ela teve, por isso há a importância de rezarmos sem cessar como nos convida o apóstolo Paulo.
Maria foi fiel porque se configurou na Pessoa de Cristo. Nós também somos chamados a isso, configurar-nos na Pessoa de Cristo. Ser santo é configurar-se em Cristo. É a meditação do rosário que nos configura no Senhor. Assim como nas Bodas de Caná, a Virgem Maria continua intercedendo pelas nossas necessidades. Quando nos assemelhamos a Cristo vivemos a realização plena como seres humanos.
Não podemos desistir, precisamos confiar em Maria, ela, de fato, é importante em nossa
vida. Só quem ama é capaz de entender o significado do rosário, quem ama Jesus, quem ama Maria, quem ama o Pai, afirma João Paulo II. Rezando o rosário estamos declarando a Maria que nós a amamos, é o caminho que nos leva a Deus.
É preciso que escutemos a Palavra de Deus para bem rezarmos o rosário. Deixe que aquilo que você ouviu penetre seu coração. Sempre que você rezar o rosário faça um momento de silêncio e olhe para si e entre no mistério.
Apesar de ser uma oração mariana, o rosário nos leva a Deus. Jesus é o caminho que nos leva ao Pai. Tudo que Cristo viveu foi para nos levar à intimidade com o Pai, por isso rezamos o Pai-nosso no rosário. Por causa das Ave-Marias o rosário nos leva a Nossa Senhora, e ela nos leva a Jesus e recorda a grande centralidade d'Ele. Quando rezamos essa oração [rosário] proclamamos o nome de Jesus Cristo. Tudo que aconteceu na vida da Virgem Maria foi porque Cristo se fez presente no meio de nós.
Jesus Cristo é o Senhor e é isso que devemos buscar. Olhando para o Ressuscitado encontramos o caminho para a salvação. Depois que contemplamos tudo que Maria tem a nos ensinar, rezamos o Glória, pois só podemos louvar a Deus por tudo que Ele fez.
Quando rezamos o rosário utilizamos esse instrumento simples que é o terço que nos ajuda a contar as Ave-Marias, um simples meio, mas que possui uma profundidade teológica muito bonita. Vamos tirar do nosso coração tudo aquilo que não é vontade do Senhor; o rosário é o caminho que nos leva a Deus.

***Pe. Albertine,Vice-assistente Nacional das Congregações Marianas do Brasil

Fonte: www. cancaonova.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário