segunda-feira, 15 de março de 2010

DIA MUNDIAL DA JUVENTUDE: PAPA ENCORAJA JOVENS À VIDA SACERDOTAL


Cidade do Vaticano, 15 mar (RV) - Foi divulgado esta manhã o texto da Mensagem de Bento XVI para o 25º Dia Mundial da Juventude, celebrado pelas dioceses do mundo inteiro no Domingo de Ramos, 28 de março. Nesta edição, coincidente com o Ano Sacerdotal, o Papa anima os jovens a não temerem a escolha ‘radical’ pela vida consagrada.
“Jesus, com seu olhar amoroso, nunca se cansa de nos convidar para sermos seus discípulos, mas propõe a alguns de nós uma opção de vida mais radical” – escreve.
No Ano Sacerdotal, o Papa exorta os jovens a ficarem atentos caso o Senhor lhes ofereça dons ainda maiores, como percorrer o caminho do sacerdócio ministerial; acolher com generosidade e entusiasmo este sinal de predileção especial e empreender com um sacerdote, o diretor espiritual, o necessário caminho de discernimento.
“Não tenham medo, queridos rapazes e moças – recorda o Papa – se o Senhor os chamar à vida religiosa, monástica, missionária ou de consagração especial: Ele sabe doar alegria profunda a quem responde com coragem”.
Abordando o tema da crise econômica – e evocando a sua encíclica Caritas in veritate – o Pontífice cita grandes desafios atuais, convidando os jovens a não se eximirem: da ecologia à redistribuição dos bens, do controle de especulações financeiras ao combate à fome no mundo; da defesa da dignidade e da vida ao uso correto dos meios de comunicação social.
“Não é preciso realizar gestos heróicos ou extraordinários, mas sim agir colocando em prática os próprios talentos e possibilidades, comprometendo-se em incrementar constantemente a fé e o amor” – insiste o Papa, que recorda que o cristianismo não é “uma moral, mas experiência de Jesus Cristo, que nos ama pessoalmente mesmo quando lhe damos as costas”.
Finalmente, o Papa convida a “não ter medo” de enfrentar um projeto de vida orientado pela fé e pelos mandamentos. “Ouvi-los e colocá-los em prática – conclui – não significa alienar-se, mas encontrar o caminho da liberdade e do amor autênticos, pois os mandamentos não limitam a felicidade, mas indicam aonde encontrá-la”. (CM)


Salve Maria!


fonte: Rádio Vaticana

Nenhum comentário:

Postar um comentário