terça-feira, 2 de março de 2010

CHILE: APELO DA IGREJA À SOLIDARIEDADE


Santiago, 02 mar (RV) - O Arcebispo de Santiago fez um apelo a toda a comunidade nacional a ser solidária para com as pessoas atingidas pelo recente terremoto, destacando ao mesmo tempo a fé e a unidade do povo chileno para enfrentar essa manifestação da natureza.

Em entrevista ao Canal 13, após visitar os feridos que se encontram internados no Hospital do Salvador, na tarde do último domingo, o Arcebispo de Santiago apelou à solidariedade para com as pessoas atingidas pelo terremoto na madrugada de sábado 27 de fevereiro, através da campanha organizada pela Caritas, destinada a recolher alimentos não perecíveis (arroz, leite pó, farinha, azeite) e dinheiro.

O Cardeal Errázuriz ressaltou, por sua vez, a necessidade de “incrementar o voluntariado, para que ninguém fique sem a proximidade de uma pessoa amiga que compartilhe come ela sua dor e lhe preste a ajuda que necessita. Nosso povo tem vocação à solidaridade não somente em situaçõers de dor, mas em todos os momentos”, afirmou.

O Arcebispo de Santiago disse ainda que o povo chileno é um povo de muita fé que acredita na bondade de Deus, preocupa-se com a própria vida e com a vida dos demais e com a ajuda que vai receber poderá sair dessa emergência. E acrescentou: “alguém me dizia; se tenho saúde, se tenho trabalho vou recomeçar imediatamente. Creio que essa é uma atitude do nosso povo e podemos contar com ela”.

Em relação os saqueios e às vendas especulativas de produtos de primeira necessidade, disse que “é uma péssima imagem e realmente deve-se dizer que são uns sem vergonha. Num momento como esse, aproveitar-se da fraqueza, do trabalho das instituições, das pessoas que estão trabalhando nos supermercados, para conseguir um benefício próprio é algo totalmente condenável”.

Por último reiterou seu convite à solidariedade destacando: “Todos caminhamos para outro mundo, um mundo melhor onde não existem terremotos, erupções, doenças, é o céu. Porém para chegar ao céu Jesus Cristo nos disse: ‘Tive fome e me deste de comer; estive enfermo e me visitaste; estive na prisão e foste me ver; estive nu e me vestiste’. Esse é o nosso caminho e em momentos como esses, as pessoas que estão bem devem se prodigar para ajudar os seus irmãos necessitados”. (SP)



Salve Maria!


fonte: Rádio Vaticana

Nenhum comentário:

Postar um comentário