segunda-feira, 29 de março de 2010

BENTO XVI NA MISSA PELO 5º ANIVERSÁRIO DE MORTE DE JOÃO PAULO II: UMA TESTEMUNHA DE CRISTO QUE SE DOOU SEM MEDIDAS



Cidade do Vaticano, 29 mar (RV) - Bento XVI presidiu no final da tarde desta segunda-feira, na Basílica de São Pedro, à Santa Missa pelo 5º aniversário de morte do Venerável Servo de Deus João Paulo II, que voltou à Casa do Pai no dia 2 de abril de 2005, quando a Igreja já celebrava a Festa do Domingo da Divina Misericórdia.

O Santo Padre iniciou a homilia ressaltando o fato de a Missa em sufrágio pela alma de seu Venerável predecessor ser celebrada com alguns dias de antecipação porque o 2 de abril deste ano será Sexta-feira Santa.

O Pontífice agradeceu a todos os presentes pela participação, em especial ao Arcebispo de Cracóvia Stanislao Dziwisz – ex-secretário pessoal de João Paulo II – aos bispos, aos sacerdotes, aos religiosos e religiosas; como também aos peregrinos vindos da Polônia, os muitos jovens e os numerosos fiéis que desejaram participar da Celebração.

Comentando a liturgia da celebração em cuja primeira leitura o profeta Isaías apresenta a figura de um "Servo de Deus", que é ao mesmo tempo o seu eleito, no qual se compraz, Bento XVI afirmou que o que o profeta inspirado disse do Servo, podemos aplicar a João Paulo II:

"O Senhor o chamou ao seu serviço e, ao confiar-lhe tarefas de grande responsabilidade, também o acompanhou com a sua graça e com a sua contínua assistência. Durante o seu longo Pontificado ele se empenhou em proclamar o direito com firmeza, sem fraquezas ou dúvidas, sobretudo quando devia enfrentar resistências, hostilidades e rejeições. Sabia que o Senhor o segurava pela mão, e isso lhe permitiu exercer um ministério muito fecundo, para o qual, mais uma vez, rendemos fervorosas graças a Deus."

Em seguida, referindo-se à proclamação do Evangelho, no qual Lázaro, Marta e Maria oferecem um jantar ao Mestre, o Papa quis chamar a atenção para um gesto singular: Maria de Betânia “pegou 300 gramas de perfume de puro nardo, tão precioso, e derramou nos pés de Jesus, depois enxugou com os seus cabelos”.

Santo Agostinho – observou Bento XVI – no Sermão no qual comenta esse trecho evangélico, dirige a cada um de nós, com palavras duras, o convite a entrar neste circuito de amor, imitando o gesto de Maria e colocando-se concretamente no seguimento de Jesus. Escreve Agostinho:

“Cada coração que deseja ser fiel, se une a Maria para ungir com precioso perfume os pés do Senhor... Unge os pés de Jesus: segue as pegadas do Senhor levando uma vida digna. Enxuga-lhe os pés com os cabelos: se você tem algo de supérfluo dê aos pobres, e você terá enxugado os pés do Senhor.”

Caros irmãos e irmãs – prosseguiu – "toda a vida do Venerável João Paulo II é vivida no sinal desta caridade, da capacidade de se doar de modo generoso, sem reserva, sem medida, sem cálculo. O que o movia era o amor por Cristo, a quem havia consagrado sua vida, um amor superabundante e incondicional.

Ao saudar os poloneses presentes na celebração, o Santo Padre frisou:

"A vida e a obra de João Paulo II, grande polonês, pode ser para vocês motivo de orgulho. Precisa, porém, que vocês recordem que a sua vida é também um grande chamado a sermos fiéis testemunhas da fé, da esperança e do amor, que ele nos ensinou ininterruptamente. Por intercessão de João Paulo II os sustente sempre a bênção do Senhor."

Concluindo, Bento XVI ressaltou: "Enquanto prosseguimos a celebração eucarística nos aproximamos para viver os dias gloriosos da paixão, morte e ressurreição do Senhor, confiando-nos com fé, seguindo o exemplo do Venerável João Paulo II, à intercessão da Bem-aventurada Virgem Maria, Mãe da Igreja, para que nos sustente no compromisso de sermos, em todas as circunstâncias, apóstolos incansáveis de seu Filho Divino e de seu amor misericordioso."

Durante a oração dos fiéis foi recordado o serviço prestado pelo Papa Wojtyla à Igreja "até o extremo limite das suas forças... testemunhando a fé em Deus e o amor para com todos". (RL/SP)


Salve Maria!
fonte: Rádio Vaticana

Nenhum comentário:

Postar um comentário