sábado, 13 de fevereiro de 2010

CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2010 SERÁ ABERTA NA QUARTA-FEIRA DE CINZAS, DIA 17

Organizada pelo Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil, a Campanha da Fraternidade 2010 é ecumênica e convoca brasileiros a debater “economia e vida”

“Colaborar na promoção de uma economia a serviço da vida, fundamentada no ideal da cultura da paz, a partir do esforço conjunto das Igrejas Cristãs e de pessoas de boa vontade, para que todos contribuam na construção do bem comum em vista de uma sociedade sem exclusão”.

Este é o objetivo da Campanha da Fraternidade que será aberta em todo o Brasil na quarta-feira de cinzas, 17. A abertura nacional será em Brasília com uma coletiva de imprensa convocada pelo Conselho Nacional de Igrejas Cristãs (Conic), responsável pela Campanha deste ano. A coletiva será às 14h, na Comunidade Evangélica de Confissão Luterana de Brasília, na Quadra 406 Sul. À noite, os presidentes das cinco Igrejas membros do Conic presidirão uma celebração ecumênica no Santuário Dom Bosco, em Brasília, com a presença de fieis de todas as Igrejas cristãs. A celebração será às 19:30h.

Criada pela Igreja Católica em 1964, a Campanha da Fraternidade de 2010 será ecumênica, a exemplo do que ocorreu em 2000 e 2005. Neste ano as Igrejas do Conic propõem uma reflexão sobre o sistema econômico vigente no país, inspirada no versículo bíblico “Vocês não podem servir a Deus e ao dinheiro” (Mt 6,24)

Para divulgar a Campanha foram produzidos cartazes, folders, DVDs além de um livro de 80 páginas, conhecido com o Texto Base, carro chefe de todos os materiais confeccionados. Ele traz todo o conteúdo que deverá ser refletido nas comunidades das Igrejas membros do Conic.

O Texto Base faz uma análise da economia do país e insiste que ela deve estar a serviço da vida. “A economia não é uma estrutura autônoma. Ela faz parte das prioridades políticas. As políticas econômicas e as instituições devem ser julgadas pela maneira delas protegerem ou minarem a vida e a dignidade da pessoa humana, sustentarem ou não as famílias e servirem ao bem comum de toda a sociedade”, diz o texto em seu parágrafo 26.

O Texto sugere também ações concretas a serem assumidas pelas comunidades como, por exemplo, a educação para a solidariedade e uma economia solidária com compromisso social.

A Campanha da Fraternidade é realizada durante toda a quaresma e, no Domingo de Ramos, 28 de março, será feita a Coleta da Solidariedade como gesto concreto da Campanha. Os valores arrecadados serão aplicados em projetos que visem a superação da exclusão social e econômica no país.

Salve Maria!
Fonte: Site catolicanet

Nenhum comentário:

Postar um comentário